BRICS cria "oportunidade real" para o desenvolvimento sustentável

BRICS cria "oportunidade real" para o desenvolvimento sustentável

A cooperação entre as economias emergentes do BRICS, um importante mecanismo multilateral tem criado “uma oportunidade real para distribuir os benefícios do desenvolvimento sustentável para o mundo”, segundo especialistas de todo o mundo que acompanham de perto a cúpula recém-encerrada do grupo.

Falando no Fórum Empresarial do BRICS, realizado na capital do Brasil, Brasília, o presidente chinês Xi Jinping pediu pelo aprofundamento da Parceria do BRICS na Nova Revolução Industrial e defesa do multilateralismo, uma proposta que recebeu amplo apoio na reunião e posteriormente.

Luis Antônio Paulino, professor na Faculdade de Filosofia e Ciências na Universidade Estadual Paulista, no Brasil, concordou com Xi, dizendo que toda vez que há uma nova onda da inovação tecnológica, janelas de oportunidades (para o desenvolvimento) são abertas.

Observando que o protecionismo e o unilateralismo impedem os países em desenvolvimento de se beneficiarem das novas tecnologias, Paulino aplaudiu o esforço da China como defensora do multilateralismo e disse que, como a maior economia em desenvolvimento do mundo, o papel da China é crítico não só para o desenvolvimento dos membros do BRICS, mas também para todos os países em desenvolvimento.

Concordando com o discurso de Xi, Mahmoud Raya, editor-chefe das notícias “China aos Olhos Árabes”, do Líbano, disse que o BRICS é um importante mecanismo multilateral para os cinco membros –Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul– e que sua cooperação cria “uma oportunidade real para distribuir os benefícios do desenvolvimento sustentável para o mundo”.

Chamando o desenvolvimento notável na economia digital e tecnologias modernas de “uma locomotiva poderosa e confiável para impulsionar a economia mundial inteira”, Raya disse que “o mundo está testemunhando muitos indícios deste desenvolvimento nas cinco economias”.

Adhere Cavince, especialista queniano em relações internacionais com foco nas relações China-África, assinalou que o discurso de Xi incentivou os apoiadores do multilateralismo e do livre comércio, especialmente em um momento em que alguns Estados estão olhando para dentro.

Tom Watkins, conselheiro para o Centro de Inovação Michigan-China, uma organização sem fins lucrativos, apoia a ideia de Xi sobre o multilateralismo, dizendo que “Xi nos lembra que o mundo será um lugar melhor quando construirmos pontes para conectar o mundo e não gastarmos tempo construindo muros ou escavando fossos”.

“Eu ressalto a importância da fala do presidente chinês Xi Jinping sobre esta preocupação mundial chamada protecionismo comercial”, disse Ismael Buchanan, conferencista sênior do Departamento de Ciência Política na Universidade de Ruanda.

Ele também expressou apoio ao pedido de Xi por uma economia mundial aberta, porque essa é a “pedra fundamental para aumentar o comércio e investimentos, que são chave para o crescimento econômico de qualquer país”.

Para Alvaro Echeverria, vice-presidente da Câmara de Comércio da Ásia Pacífico no Chile, é importante a posição do governo chinês e Xi a favor do multilateralismo e contra o protecionismo, assim como a determinação para usar tecnologias e reformas para promover o desenvolvimento comum.

Fonte: Diário do Povo

Leave a comment

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *