Evento no Rio busca intensificar relações diplomáticas entre países dos BRICS

Evento no Rio busca intensificar relações diplomáticas entre países dos BRICS

O consulado geral da Rússia no Rio de Janeiro (RJ) realizou nesta segunda-feira (14) no Palácio do Itamaraty, na região central da capital fluminense, o evento “Os grandes professores dos BRICS: projeto cultural e de pesquisa internacional de manutenção da paz”.

O projeto que envolve representantes da sociedade civil e de organizações não governamentais dos países dos BRICS — Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul —, tem como objetivo intensificar as trocas culturais e diplomáticas do grupo com base nos ensinamentos de pensadores e filósofos desses países.

O consulado geral da Rússia no Rio de Janeiro (RJ) realizou nesta segunda-feira (14) no Palácio do Itamaraty, na região central da capital fluminense, o evento “Os grandes professores dos BRICs: projeto cultural e de pesquisa internacional de manutenção da paz”.

O projeto que envolve representantes da sociedade civil e de organizações não governamentais dos países dos BRICS — Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul —, tem como objetivo intensificar as trocas culturais e diplomáticas do grupo com base nos ensinamentos de pensadores e filósofos desses países, incluindo Confúcio, Leon Tolstoi, Mahatma Gandhi, Barão de Rio Branco e Nelson Mandela.

A intenção é desenvolver relações humanitárias multilaterais entre os países do grupo e outras nações. “A diplomacia, tendo um papel de crescente importância no mundo moderno, tem grande potencial para construir e fortalecer as relações de confiança entre os povos a partir dos valores morais e éticos”, segundo declaração emitida pelo projeto.

O evento teve a participação de Sekacheva Lyudmila, presidente da organização regional pública “BRICS The World Traditions”, e de Kimberly Mann, diretora do Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio).

Também estavam presentes o embaixador Eduardo Prisco Paraíso Ramos, chefe da Representação do Ministério das Relações Exteriores no Brasil; Vladimir Tokmakov, cônsul geral da Rússia no Rio de Janeiro; Leonardo Ananda Gomes, cônsul geral honorário da Índia no Rio de Janeiro; Li Yang, cônsul geral da China no Rio de Janeiro. A África do Sul não enviou representante.

Cúpula dos BRICS

O Brasil vai sediar pela terceira vez uma Cúpula do BRICS, que ocorre em 13 e 14 de novembro em Brasília (DF). Líderes e chanceleres dos cinco países participam do encontro. Em 2010, a reunião foi realizada em Brasília e, em 2014, em Fortaleza (CE).

Sob a presidência rotativa do Brasil, as prioridades do BRICS se concentram em acordos de cooperação em ciência, tecnologia e inovação, incentivos para a economia digital, combate aos ilícitos transnacionais e financiamentos para atividades produtivas.

Paralelamente,, o Novo Banco de Desenvolvimento (NDB), conhecido como “Banco do BRICS”, abrirá até dezembro o escritório regional em São Paulo. O objetivo é financiar projetos de infraestrutura e desenvolvimento sustentável nos países-membros, ficando mais próximo de seus potenciais beneficiários no Brasil.

Fonte: Nações Unidas

Leave a comment

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *