Produção de petróleo da Rússia tem maior nível desde março

Produção de petróleo da Rússia tem maior nível desde março

MOSCOU (Reuters) – A produção de petróleo da Rússia em agosto cresceu para 11,294 milhões de barris por dia (bpd), ultrapassando ligeiramente o limite com o qual o país se comprometeu em pacto para restrição de oferta fechado junto a outros produtores e atingindo o maior nível desde março, mostraram dados nesta segunda-feira.

Os dados do ministério de Energia mostraram que a produção de petróleo subiu para 47,763 milhões de toneladas em agosto, de 47,149 milhões em julho.

As exportações por oleodutos ficaram em 4,610 milhões de bpd, contra 4,609 milhões de bpd em julho.

O aumento de produção segue-se à notícia de que a Opep elevou sua oferta em agosto pela primeiro mês neste ano, com uma maior produção no Iraque e na Nigéria compensando perdas causadas por sanções dos EUA ao Irã e um menor bombeamento na Arábia Saudita.

A Rosneft foi a empresa que mais contribuiu para a alta na produção russa, ao elevar sua produção em 5% ante julho, para quase 4 milhões de bpd.

Sob um acordo fechado com membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e outros produtores, a Rússia se comprometeu a reduzir a produção em 228 mil bpd ante outubro de 2018.

Segundo cálculos da Reuters, com uma proporção de 7,33 toneladas por barril, isso indicaria um teto para a produção russa de entre 11,17 e 11,18 milhões de bpd.

A Rússia produziu 11,15 milhões de bpd em julho, quando sofreu problemas com uma crise com petróleo contaminado. Em agosto, o país produziu ao maior nível desde março, quando havia atingido 11,30 milhões de bpd.

Fonte: Extra

Leave a comment

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *