Rússia e Arábia apoiam redução da produção de petróleo até 2018

Os dois maiores produtores mundiais de petróleo, Rússia e Arábia Saudita, anunciaram em um comunicado conjunto que são favoráveis à ampliação do acordo de redução da produção até março de 2018. O anúncio aconteceu após um encontro em Pequim entre o ministro russo da Energia, Alexander Novak, e seu colega saudita Khaled Al-Faleh. A próxima reunião dos países membros da Organização de Países Exportadores de Petróleo (OPEP) acontecerá em 25 de maio.

Ministro da Defesa e cônsul russo participam de desfile no Rio pelo Dia da Vitória

O ministro da Defesa, Raul Jungmann e o cônsul geral da Rússia no Rio de Janeiro, Vladimir Tokmakov estiveram hoje no Monumento em Homenagem aos Mortos da 2ª Guerra Mundial para as celebrações do 72º dia da vitória. A data marca o fim do confronto mais sangrento do séc. XX e contou também com a presença de veteranos.

Exclusivo: Jungmann confirma interesse da Rússia em acordos sobre Base de Alcântara

O ministro da Defesa do Brasil, Raul Jungmann, falou com exclusividade à Sputnik Brasil sobre as perspectivas de acordos com Moscou no âmbito da aguardada visita do chefe do Estado Maior e do ministro da Defesa russo.

Jungmann participou do evento em homenagem aos mortos na Segunda Guerra Mundial, no Rio de Janeiro, nesta segunda-feira (8) e comentou as perspectivas das relações entre Rússia e Brasil no setor de Defesa. O ministro confirmou o interesse da Rússia e de outros países como Israel e EUA em projetos conjuntos na utilização do Centro de Lançamento de Alcântara.

Putin: 'Não esqueçamos que liberdade da Europa e paz foram conquistadas pelos nossos pais'

A vitória da União Soviética sobre o nazismo ficará para sempre na história da humanidade como o triunfo da razão sobre a barbárie, disse o presidente russo Vladimir Putin durante o discurso tradicional na Parada Militar dedicada ao 72º aniversário da vitória sobre a Alemanha nazista.

"É nosso dever nos lembrarmos que a vitória foi alcançada à custa de vítimas enormes, insubstituíveis e que a guerra levou milhões de vidas", afirmou Vladimir Putin.

Putin aprova estratégia de segurança econômica da Rússia até 2030

O presidente russo, Vladimir Putin, aprovou a estratégia de segurança econômica da Rússia até o ano de 2030.

O documento, publicado no portal oficial das informações jurídicas, define os principais desafios e ameaças à segurança econômica da Rússia, visa prevenir crises na área das matérias-primas, na indústria, na esfera das tecnologias e no sistema financeiro.

A estratégia tem por objetivo garantir a soberania econômica da Rússia, a unidade de seu espaço econômico e as condições para implementar suas prioridades estratégicas.

Rússia e China estão prontas a começar 'revolução do transporte' na Eurásia

A Rússia defende de forma determinada o projeto chinês “Um Cinturão e uma Rota” e participará ativamente da concretização deste, disse o presidente russo Vladimir Putin durante uma mesa-redonda em Pequim. Os especialistas comentam a cooperação entre os dois países no âmbito da iniciativa.

Vladimir Putin descreveu os objetivos indicados pelo seu homólogo chinês, Xi Jinping, como objetivos de grande escala, atuais, desafiantes e extremamente importantes.

Metade dos russos sinalizam voto para 4º mandato de Pútin

Levantamento do instituto independente Centro Levada revelou que 48% dos russos estão dispostos a votar em Vladímir Pútin nas eleições de 2018. Ausência de forte oposição e memórias de sucessos passados são principais razões, segundo autores de estudo.

Se as eleições presidenciais acontecessem no próximo fim de semana, 48% dos cidadãos russos votariam no atual presidente Vladímir Pútin, de acordo com uma pesquisa do Centro Levada publicada nesta terça (2).

Páginas