Clima extremo ameaça trigo nos EUA e Rússia

Clima extremo ameaça trigo nos EUA e Rússia

As temperaturas extremadamente baixas nos Estados Unidos continuam ameaçando os cultivos de trigo nas principais regiões agrícolas do País.

O clima extremado está dando suporte aos preços no mercado de Chicago, segundo avaliação da Consultoria Trigo & Farinhas. De acordo com a T&F, o mercado de trigo tem sido impulsionado pelas temperaturas abaixo de zero nas planícies norte-americanas, além dos prognósticos de que continue a falta de umidade.

“Esses fatores elevaram a possibilidade de uma colheita reduzida, embora ainda seja difícil de quantificar o dano por frio até que os cultivos emerjam de seu letargo invernal”, comenta o analista Luiz Fernando Pacheco.

“Temos um clima ameaçador para os cultivos nos Estados Unidos e até na Rússia, onde a colheita também está vulnerável ao dano porque não há muita cobertura de neve”, afirmou em declaração à agência de notícias Reuters o analista Ole Houe, da Consultoria IKON Commodities (de Sydney, Austrália).

O Departamento de Agricultura de Estados Unidos (USDA) informou ainda na última terça-feira (02.01) que o trigo de inverno no estado norte-americano do Kansas no final de Dezembro (antes da onda de frio desta semana) se encontrava 37% em condição de boa a excelente, muito abaixo dos 51% de um mês antes.

“Contudo, operadores de mercado estimam que o trigo poderia ter dificuldades para continuar avançando se não houver evidências claras de perdas nos cultivos, tendo em conta os abundantes estoques mundiais, engrossados por uma colheita russa recorde”, conclui Pacheco.

Fonte: https://costdrivers.com/noticias/noticia-completa-238069/