Gás

Mídia revela que EUA vão receber gás russo

Segundo escreve o jornal russo Kommersant, os EUA vão receber a primeira remessa de gás do projeto de extração de gás Yamal LNG.

De acordo com a edição, o navio gaseiro Gaselys da companhia francesa Engie, vai transportar gás liquefeito do porto britânico de Isle of Grain ao terminal norte-americano Everett, situado perto de Boston.

O navio gaseiro iniciou o carregamento no porto britânico logo depois do descarregamento do navio Christophe de Margerie com o primeiro fornecimento de gás liquefeito russo.

O Gaselys deve chegar aos EUA em 22 de janeiro.

Bolívia convida Rússia para prospecção conjunta de gás

A Bolívia assinou um acordo com a Gazprom para a prospecção de três campos nesse país latino-americano, um passo prévio ao processo de exploração, segundo informou o ministro de Hidrocarbonetos e Energia, Luis Alberto Sánchez, durante o Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo (SPIEF na sigla em inglês).

'Europa não tem alternativa ao gás russo'

A Sérvia, ao comprar o gás russo, paga 39% menos do que se comprasse de fornecedor, disse em uma entrevista Dusan Bajatovic, presidente da empresa estatal de gás Srbijagas. Ele também manifestou esperança de que o projeto do gasoduto South Stream (Corrente do Sul) seja retomado.

Em entrevista ao jornal sérvio Danas, Dusan Bajatovic desfez o mito de que a Gazprom não dá facilidades ao seu parceiro estratégico.

“Isto é a mentira escandalosa… a Sérvia paga $138 por cada mil metros cúbicos de gás da Rússia”, disse Bajatovic.