Olimpíadas

'COI adotou decisão vergonhosa contra Rússia ao impedir atletas russos nas Olimpíadas'

Primeiro-ministro da Rússia, Dmitry Medvedev, declarou que a Comissão do Comitê Olímpico Internacional (COI) tomou decisão vergonhosa ao impedir participação dos atletas russos absolvidos nos Jogos Olímpicos na Coreia do Sul. Para ele, o objetivo dessa decisão é causar dano político à Rússia.

Na segunda-feira (5), a Comissão do COI recusou convidar aos Jogos Olímpicos de Inverno em Pyeongchang 15 atletas russos, que antes tinham sido afastados da participação das Olimpíadas por violação de regras antidoping, mas foram inocentados pelo Tribunal Arbitral do Esporte (TAS).

Mídia: Coreia do Sul quer Putin nas Olimpíadas para se blindar de ataques norte-coreanos

A decisão do COI de proibir a Rússia das Olimpíadas de Inverno de 2018 na Coreia do Sul poderia derrotar as esperanças de Seul de usar a presença do presidente Vladimir Putin nos Jogos como meio de prevenir qualquer possível confronto com a Coreia do Norte, segundo a mídia local.

A ausência da Rússia nos Jogos seria um golpe para o conceito de Olimpíadas da Paz promovido pelo presidente sul-coreano, Moon Jae-in, que acredita que o apoio da Rússia, detentora de laços estreitos com Pyongyang, é indispensável.