Putin

Temer e Putin assinam declaração sobre maior cooperação na luta contra o terrorismo

Michel Temer e o presidente da Rússia, Vladimir Putin, se reuniram nesta quarta-feira (21) em Moscou e assinaram uma série de acordos de cooperação bilateral.

Após reunião no Kremlin, Temer e Putin assinaram uma declaração conjunta de cooperação estratégica que prevê um nível mais alto de coordenação dos esforços no combate ao terrorismo e no apoio à paz e à estabilidade internacional.

Tags: 

Brasil é uma das prioridades da Rússia, diz Pútin a Temer

Declaração conjunta, assinada entre presidentes nesta quarta-feira (21) em Moscou, abrange desde política externa a cooperação espacial. Chefes de Estado se comprometeram a somar esforços para combater ameaças latentes, como terrorismo.

O Brasil “é, sem dúvidas, uma das prioridades da Rússia e um dos parceiros mais importantes na América Latina”, disse o presidente russo Vladímir Pútin, nesta quarta-feira (21), ao iniciar a conversa no Kremlin com seu homólogo brasileiro, Michel Temer.

Temer revela o que espera trazer do encontro com Putin na Rússia

O presidente brasileiro Michel Temer (PMDB) estará em Moscou, na Rússia, na próxima semana para uma série de reuniões com empresários e autoridades russas, dentre as quais o presidente russo Vladimir Putin. E nesta sexta-feira o peemedebista revelou o que pretende trazer para o Brasil desses encontros.

Putin: países que introduziram sanções perderam mais do que a Rússia

O presidente da Rússia disse, ao responder a perguntas na Linha Direta, que as novas sanções foram impostas à Rússia sem qualquer motivo, mas que não acontece nada de extraordinário.

Pelo contrário, o presidente sublinhou que as sanções "nos obrigaram a usar a cabeça" para resolver os problemas.

Putin: 'Não esqueçamos que liberdade da Europa e paz foram conquistadas pelos nossos pais'

A vitória da União Soviética sobre o nazismo ficará para sempre na história da humanidade como o triunfo da razão sobre a barbárie, disse o presidente russo Vladimir Putin durante o discurso tradicional na Parada Militar dedicada ao 72º aniversário da vitória sobre a Alemanha nazista.

"É nosso dever nos lembrarmos que a vitória foi alcançada à custa de vítimas enormes, insubstituíveis e que a guerra levou milhões de vidas", afirmou Vladimir Putin.

Putin aprova estratégia de segurança econômica da Rússia até 2030

O presidente russo, Vladimir Putin, aprovou a estratégia de segurança econômica da Rússia até o ano de 2030.

O documento, publicado no portal oficial das informações jurídicas, define os principais desafios e ameaças à segurança econômica da Rússia, visa prevenir crises na área das matérias-primas, na indústria, na esfera das tecnologias e no sistema financeiro.

A estratégia tem por objetivo garantir a soberania econômica da Rússia, a unidade de seu espaço econômico e as condições para implementar suas prioridades estratégicas.

Metade dos russos sinalizam voto para 4º mandato de Pútin

Levantamento do instituto independente Centro Levada revelou que 48% dos russos estão dispostos a votar em Vladímir Pútin nas eleições de 2018. Ausência de forte oposição e memórias de sucessos passados são principais razões, segundo autores de estudo.

Se as eleições presidenciais acontecessem no próximo fim de semana, 48% dos cidadãos russos votariam no atual presidente Vladímir Pútin, de acordo com uma pesquisa do Centro Levada publicada nesta terça (2).

Pútin pede que Guarda Nacional garanta segurança na Copa de 2018

Em formação, órgão independente se encarregará desde defesa civil a combate ao terror.

O presidente da Rússia, Vladímir Pútin, solicitou à Guarda Nacional da Rússia que garanta a segurança na Copa do Mundo de 2018. O torneio será realizado em onze cidades distribuídas pelas diversas regiões do país.

“O trabalho para garantir a segurança na próxima Copa do Mundo e Copa das Confederações vai exigir muitos esforços”, disse Pútin na segunda-feira (27), em uma reunião com o comando da Guarda Nacional. Segundo ele, a estrutura deverá “prestar atenção especial a isso”.

'Putin me disse coisas nunca antes ouvidas'

Ao se considerar o vencedor da Guerra Fria, o Ocidente não assimila os “sinais fantásticos” de Moscou desde o ano de 2001. O ex-ministro presidente da Baviera, Edmund Stoibe, que, junto com seu sucessor Horst Seehofer, encontrou-se com Vladimir Putin e falou com a Sputnik sobre suas impressões, criticando tal postura europeia.

Após seu discurso no Fórum Russo-Alemão em Moscou, realizado na segunda-feira (20), o político conversou com a Sputnik Alemanha e partilhou sua visão dos laços existentes entre os dois países.

Tags: 

Analista: conclusões de Putin em discurso na conferência de Munique permanecem atuais

Há 10 anos, o presidente da Rússia Vladimir Putin falou numa conferência europeia anual de segurança em Munique com o seu famoso discurso sobre as perspectivas de desenvolvimento da política internacional.

O discurso foi dedicado à crítica da política de manutenção de um mundo unipolar pelos EUA e de imposição dos seus valores a outros países. Será que estas conclusões continuam atuais? O analista militar Vasily Kashin dá à Sputnik uma resposta a esta questão.

Páginas