'Brasil tem que manter com a Rússia estrategicamente relações privilegiadas'

Antigo ministro da Justiça do Brasil Eugênio Aragão, atual membro do Conselho Superior da Câmara de Comércio Brasil-Rússia, contou em entrevista exclusiva à Sputnik Brasil como os dois países podem ampliar o comércio bilateral.

Em primeiro lugar, Aragão ressaltou que o Brasil tem de manter relações privilegiadas com a Rússia pressupondo, talvez, que isto não dependa da conjuntura política, mas sim das razões objetivas.

Banco do Brics promete investir US$ 600 milhões na Rússia

Novo banco de desenvolvimento formado em 2014 pelas grandes potências econômicas emergentes —Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul— aumenta potência investidora nos países membros, principalmente por meio de projetos de infraestrutura e energia limpa.

Em 2017, o Novo Banco de Desenvolvimento do Brics (NBD) pretende injetar de 500 a 600 milhões de dólares em projetos de infraestrutura para desenvolver o ambiente urbano e para melhorar a mobilidade e reduzir os engarrafamentos nas grandes cidades da Rússia.

China disposta a comprar mais gêneros alimentícios à Rússia

A Rússia tem todas as hipóteses de se tornar um dos principais fornecedores de gêneros alimentícios à China, escreve o jornal norte-americano The Wall Street Journal.

Em 2016, a China fez recuar a Turquia da posição do maior importador de alimentos russos, comprando produtos em mais de um bilhão de dólares. Atualmente, a Rússia emprega todos os esforços para se fixar no mercado do país mais povoado do planeta, escreve o The Wall Street Journal.

Bem-vindo! Moscou é uma das cidades mais seguras do mundo para turistas

O índice de criminalidade contra estrangeiros em Moscou é muito inferior ao de megalópoles como Tóquio ou Nova York.

Eis o que revelou Sergei Shpilko, chefe da União Russa de Indústria Turística no sábado (14).

"Cada dia é diferente, mas de acordo com os dados da polícia, o número de crimes registrados contra turistas estrangeiros não supera 20-30 anualmente, em uma cidade com cerca de 13 milhões de habitantes. Para tais megalópoles como Moscou é um índice insignificativo", destacou Shpilko.

Cientista russo vence principal prêmio na área de medicina

Estudo de Aleksandr Rudenski esclarece mecanismos de doenças autoimunes e pode vir a facilitar tratamento. Premiação acontecerá em maio em Estocolmo, na Suécia.

O imunologista Aleksandr Rudenski, professor da Universidade de Moscou que agora vive em Nova York, ganhou o Crafoord 2017, o prêmio mais importante na medicina, conforme anunciado no site da Academia Real das Ciências da Suécia.

Rússia deve investir em educação e saúde, avalia Banco Mundial

Relatório apresentado em Moscou na última quinta (12) analisa restrições ao próximo ciclo de crescimento do país; sem poder contar com a elevação automática do preço mundial das matérias-primas, Rússia deve investir em produtividade e qualidade de vida de seu capital humano para participar como líder da era das inovações.

Na última quinta-feira (12), durante o Fórum Econômico Gaidar, realizado em Moscou, economistas do Banco Mundial apresentaram o novo relatório sobre o desenvolvimento econômico da Rússia.

Brics abrirá diálogo com bancos comerciais dos países-membros

Novo Banco de Desenvolvimento planeja negócios diversos na Rússia, além de negociações com bancos de desenvolvimento e comerciais dos cinco países do grupo.

O Novo Banco de Desenvolvimento (NBD) dos Brics está planejando expandir sua gama de projetos em 2017, informou o presidente da instituição, Kundapur Vaman Kamath, em entrevista à agência TASS.

O valor dos projetos pode atingir a quantia de US$ 3 bilhões, segundo ele.

Além disso, Kamath destacou que a Rússia e o NBD estão em estágio avançado em conversações sobre projetos variados.

Páginas